Combater o ataque do Governo Pezão contra os trabalhadores do Estado do RJ com Greve Geral!

Por Aliança Classista Sindical

A dramática situação na qual os trabalhadores da UERJ se encontram não é recente e nem uma surpresa. Os terceirizados e os contratados já sofriam com atrasos de salário desde 2014, assim como a falta de recursos para fazer com que a Universidade funcionasse era latente. Vale lembrar que, no final de 2014, o Reitor antecipou o recesso de fim de ano em 2 dias devido as inúmeras manifestações dos terceirizados da limpeza da Universidade reivindicando que seus salários fossem pagos.

greve2

leia o texto completo no link PANF_ACS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *