[RECC – PI] Subir a passagem é roubar o povo de Teresina

Em Teresina-PT, no dia 29/12/15 s trabalhadores e estudantes foram pegos de surpresa com o anuncio de mais um aumento no preço da tarifa de ônibus em Teresina que vai subir de 2,50 pra 2,83 a partir de janeiro de 2016 o prefeito Firmino filho (PSDB) e as empresas de transporte publico usaram uma velha tática aumentar a passagem em um período de férias dos estudantes.

Usar as estratégias  de luta de 2011 para barrar o aumento 2016.

1
Fotos de manifestações contra o aumento da passagem de 2012 em Teresina – PI

O ano de 2012 em Teresina foi marcado com uma luta Histórica dos estudantes e trabalhadores. Com 30 mil pessoas nas ruas e o uso de táticas combativas e o rompimento com setores oportunistas  a população de Teresina conseguiu barrar o aumento da passagem  em uma semana de intensos protestos que culminaram  em 30 ônibus quebrados e alguns queimados.

Oportunismo burocrático desmobiliza as manifestações de 2012

2

No inicio do ano de 2012, O prefeito de Teresina Elmano Férrer (PTB) junto com as empresas de ônibus (SETUT) descumpriu o acordo e aumentou novamente a passagem para 2,10, mais uma vez a população não satisfeita voltou as ruas de Teresina que foram marcadas pela criminalização do movimento e repressão, manifestantes foram massacrados na principal avenida da cidade, frei serafim com 17 pessoas presas e um manifestante perdeu parte da visão. Outro ponto marcante foi setores oportunistas tomaram para si o direito de representar a população, em uma reunião a porta fechada com o prefeito e as empresas de transporte fizeram um acordo na qual continuava a passagem com o mesmo preço sem nem um ganho para população.

Aprendendo com os erros anteriores para avançar na organização e luta

Neste sentido para barrar o aumento da passagem é necessário criar um fórum permanente pelo passe livre, onde se faça uma real frente ao monopólio das grandes empresas de ônibus de Teresina e que se levantem contra mais esse aumento abusivo dessa máfia de transportes, utilizando-se de  praticas combativas nas ruas. combatendo os movimentos oportunistas que si dizem representantes do povo através de acordos parlamentaristas.

                          Se não baixar a passagem  vai ter rebelião!

                                       Passe-livre irrestrito já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *