Por uma associação de trabalhadores revolucionária!

A FOB compartilha com entusiasmo o documento produzido por um grupo de trabalhadores e estudantes do estado de São Paulo que solicitam a filiação em nossa Federação. Desde já a FOB está disposta a iniciar este diálogo para a construção do Sindicalismo Revolucionário em SP e no Brasil. Nesse sentido, convocamos todos @s trabalhadores do campo e da cidade de nosso país, a se somar nesta iniciativa de construção da Federação das Organizações Sindicalistas Revolucionárias do Brasil (FOB).

Segue o documento:

Por uma Associação de Trabalhadores Revolucionária

Atualmente está acontecendo uma crise econômica internacional, que é uma grave crise estrutural do sistema capitalista. Nessa situação, no mundo todo, os donos das indústrias, dos bancos, das grandes propriedades rurais, das empresas de comércio ou serviços, dentre outros grupos com grande poder econômico e político, para manter ou aumentar os seus lucros, avançam e intensificam os ataques contra a classe trabalhadora. Esses ataques pioram ou retiram condições de trabalho e de vida fundamentais que foram sendo conquistadas pelos trabalhadores com muita luta no decorrer de muito tempo.

No Brasil não é diferente. As reformas trabalhista e da previdência são os exemplos atuais mais contundentes desses ataques contra a classe trabalhadora brasileira. A crise econômica está acontecendo junto com uma crise política nacional, aonde existe cada vez mais descrédito e desinteresse pela política eleitoral. Por isso, precisamos estar organizados para nesse contexto agir em nossa defesa e avançar rumo a uma nova sociedade, essa deve ser a nossa atitude diante da crise. Para isso, é necessário construir instrumentos para organizar e mobilizar os trabalhadores através de um programa sindicalista revolucionário.

O sindicalismo revolucionário propõe que os trabalhadores protagonizem as suas lutas através de suas próprias organizações de maneira que se fortaleçam não só para se defenderem, mas também para que tenham o poder para destruir o capitalismo, a exploração do trabalho e a dominação da burguesia. Ao mesmo tempo, essa militância e suas organizações desenvolvem-se gerando a sociedade socialista, baseada na federação livre de comunas e de organizações populares e de trabalhadores. Esse é o principal motivo dessa prática e concepção de sindicalismo.

Para contribuir com a construção de uma via sindicalista revolucionária no Brasil, visamos criar e desenvolver uma associação de trabalhadores do estado de São Paulo que será parte da Federação das Organizações Sindicalistas Revolucionárias do Brasil, a FOB. A associação propõe organizar trabalhadores de várias categorias que compartilharão um programa, se apoiarão mutuamente para potencializar as suas participações nas lutas reivindicativas e vão agir juntos e estrategicamente de modo a fortalecer essa via.

Pretendemos atuar na organização e mobilização de várias categorias em defesa de suas condições de trabalho e de vida, combinando e avançando essa defesa com um programa para gerar um amplo movimento sindical e popular rumo a sociedade socialista, aonde exista realmente igualdade e liberdade. Começaremos essa jornada e esse projeto durante o ano de 2018, formando um pequeno núcleo que iniciará a associação e irá consolidá-la durante os próximos anos. Isso precisa ser feito de modo que, planejando no longo prazo, a nossa militância consiga alcançar e influenciar milhares de trabalhadores do estado de SP.

Em nosso projeto, a associação discutirá e decidirá coletivamente sobre a sua atuação militante, que será coordenada e estratégica para alcançar os seus objetivos e estar acordo com a sua finalidade. Será uma organização financiada pelos seus próprios integrantes, e além disso terá os seus canais de comunicação para fazer contatos e divulgar a sua atuação, análises e notícias.

Assim sendo, formaremos um núcleo para iniciar uma associação filiada à FOB, visando desenvolver uma organização capaz de colaborar efetivamente com o surgimento de um movimento sindical revolucionário de massas. Na situação em que estamos, é ainda mais necessário construir esse movimento, é através dessa construção e com a força dele, que conseguiremos defender as nossas condições de trabalho e de vida contra a ofensiva dos governos, patrões e da burocracia sindical e criar uma nova sociedade. Por isso, fazemos um convite para aqueles que querem se dedicar para essa construção: venham conhecer a nossa proposta e fazer parte do nosso projeto!

VIVA O SINDICALISMO REVOLUCIONÁRIO!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *