Refeitório de qualidade ou rebelião estudantil!

Boletim “A Voz do Estudante“, do Pró-Coletivo da RECC no IFPI/Parnaíba. Ano I, n. 01. Maio de 2018. Baixe [aqui]

 

Os Institutos Federais sofrem muito com os cortes de gasto, devido a uma política voltada para empresários e patrões, pensada no governo Lula/Dilma e continuada com Temer. Essa política voltada aos ricos aparece no Plano Nacional de Educação (PNE), que prevê novas metas na educação, com mais vagas para estudantes, mas que favorece somente e as empresas. Não pensam em fazer uma mudança estrutural na educação brasileira, apenas em aplicar goela abaixo esse modelo desumano de educação e de estrutura escolar. Essa situação piorou muito depois da PEC 55 (a “PEC do Fim do Mundo”) que congelou os investimentos na educação por 20 anos, aprovada no governo Temer. Aqui em Parnaíba, podemos ver uma das consequências disso no nosso refeitório. Ele comporta uma quantidade de alunos muito menor do que temos hoje: contando com estudantes dos níveis técnico e superior, somos quase 1000 alunos!

Supostamente sem verbas para ampliar o espaço, nos submetem a um refeitório sempre lotado e com limite de tempo para almoçar, assim como numa fábrica. Alguns estudantes, diante dessa situação, precisam se virar para conseguir comida com parentes que moram próximo ou mesmo ficam sem almoçar, pois a distância do IFPI, os preços da passagem e as péssimas condições de transporte, nos impede de ir e vir das nossas casas. Muitas vezes não são dadas fichas suficientes para os alunos. Sem alimentação digna, nem estrutura do refeitório, estamos em uma situação insustentável!

Nós da Rede Estudantil Classista e Combativa (RECC) entendemos que essa culpa não é dos terceirizados do refeitório, mas sim da instituição, que oferece o que não pode cumprir: Mínimas estruturas que garantam nossa estadia na escola sem dificuldades, e condições dignas de trabalho para os terceirizados.

Acreditamos que só uma mobilização de todos os alunos do Instituto possa servir de resposta aos golpes que frequentemente sofremos dentro e fora do IFPI. Devemos nos soltar das amarras que nos aprisionam, e perceber que eleger candidato A, B, ou C não muda nossa situação. Para não sobrevivermos de migalhas, só a luta organizada e independente de partidos, empresas e governos pode garantir nossa vitória!

REFEITÓRIO DE QUALIDADE OU REBELIÃO ESTUDANTIL!

 

RedeIF

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *