Derrotar a reforma de Camilo (PT) e Bolsonaro (PSL)

Camilo Santana/PT apresentou uma proposta de reforma da previdência para o estado do Ceará pior do que a aprovada pelo congresso nacional, visto que não possui nem regra de transição. No entanto, essa reforma não é somente de Camilo/PT, mas dos vários deputados do Cidadania, PDT, MDB, PP, PSDB, PT e outros que votaram a favor do regime de urgência. Esse projeto está dentro da meta de ferir de morte o serviço público, afetando toda a população.

Não é a primeira vez que o PT impõe uma Reforma da Previdência. Em 2003 Lula/PT executou uma reforma da previdência que afetou todo o serviço público federal e para isso contou com o apoio da CUT.

Lutar para organizar / organizar para lutar

A fragmentação das lutas vem sendo o maior problema dos servidores. A reforma da previdência vai afetar a todos e portanto o enfrentamento deve ser unificado. É tarefa de todos os que estão enfrentando essa reforma construir uma GREVE GERAL e um Comando de Greve Unificado para organizar e mobilizar para destruir a Reforma da Previdência de Camilo/PT.

É necessário romper com a tradição social-democrata de CUT, CTB, Intersindical e CSP-Conlutas, que apenas ameaçam os parlamentares com o voto em 2022, como se os deputados realmente se importassem com o peso eleitoral dos servidores. Precisamos retomar o espírito de luta de junho de 2013, pois apenas uma grande revolta organizada no serviço público pode barrar a barbárie que Camilo/PT quer impor a nós.

– DERROTAR COM LUTA A REFORMA DE CAMILO/PT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *