CIT | 1º de Maio: Solidariedade apesar da quarentena

CIT | 1º de Maio: Solidariedade apesar da quarentena

Traduzido da Confederação Internacional do Trabalho – CIT

signal-2020-04-30-163653-2

O dia 1º de maio chega em meio a um confinamento e a quarentena. Em muitos países pelo mundo, o dia Internacional dos trabalhadores encontrará uma classe trabalhadora confinada, impossibilitada de se reunir em aglomerações e, sobretudo, assolada por uma tragédia humana sem paralelos e face a um futuro incerto.

Provavelmente, o ciclo de destruição do emprego, a diminuição dos salários e a piora das condições de vida de fato já começou e continuará após o afrouxamento da quarentena. Entretanto, este 1º de maio inaugurará também um ciclo de resistência e solidariedade.

Os heróis e heroínas da classe trabalhadora, trabalhadores da saúde, logística, supermercados, produção de alimentos, educação, emergências e muitos outros serviços básicos, lembram-nos que com determinação, confiança em nossa própria força e apoio mútuo, é possível derrotar qualquer pandemia. Incluindo medo e desesperança.

Só o povo salva o povo.

Além das barreiras impostas pela situação, nossos sindicatos anarco-sindicalistas e sindicalista revolucionários, as seções da CIT, sempre estiveram juntos e à disposição permanecendo firmes com seus membros e sua classe, fazendo o melhor uso possível de todas as ferramentas à seu alcance para seguir funcionando, assessorando e acompanhando.

O 1º de maio não será excessão. Muitas seções da CIT planejaram eventos virtuais para este dia ou criaram outras maneiras para demonstrar sua determinação na defesad os direitos da classe trabalhadora. Neste espaço, atualizaremos os links para as chamadas conforme formos recebendo. Convidamos todos a comparecer e mostrar que a solidariedade não pode ser colocada em quarentena!

Viva o primeiro de maio! Viva a classe trabalhadora! Só o povo salva o povo!

  • ESE: convoca manifestações em Thessaloniki e Loannina


0 thoughts on “CIT | 1º de Maio: Solidariedade apesar da quarentena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *