Unidos contra a Dragon: Solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras de Bangladesh

Unidos contra a Dragon: Solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras de Bangladesh

Aproximadamente 6.000 trabalhadores da industrial têxtil em Dhaka, capital de Bangladesh, foram demitidos em plena pandemia de Covid-19 de maneira cruel e desumana pela Fábrica Dragon Sweater. Os trabalhadores que produzem roupas para diversas multinacionais e marcas internacionais foram mandados embora sem indenizações, sem seus salários e sem receber os fundos de previdência e demais direitos garantidos por lei, o que caracteriza uma demissão ilegal em massa.

Na Dragon Sweater esses trabalhadores costuravam, passavam e embalavam roupas de várias marcas como a New Yorker, Rede Walmart e Lidl. Essas empresas multinacionais que exploram mão de obra barata no sul global estão mais preocupadas com os seus lucros do que com a vida e a saúde de nossos irmãos e irmãs trabalhadores e trabalhadoras de Bangladesh.

Diante desse absurdo, trabalhadores de todo o mundo estão organizando campanhas de solidariedade. A CIT (Confederação Internacional de Trabalhadores) convocou ações globais para o dia 15 de agosto nas portas dessas marcas e empresas.

Nós, da Federação das Organizações Sindicalistas Revolucionárias do Brasil – FOB também estamos organizando ações com intuito de demonstrar nossa solidariedade internacional proletária com os trabalhadores demitidos e denunciar a Fábrica Dragon de Bangladesh e empresas como a Walmart (Grupo Big e Rede Bom Preço) no Brasil. Já que os ataques contra aos trabalhadores são globais, que a resistência e solidariedade também sejam.

Toda solidariedade aos trabalhadores demitidos da Fábrica Dragon Sweat!

Por uma campanha de boicote à Rede Walmart (Grupo Big) até que os trabalhadores sejam readmitimos e tenham seus salários pagos!

Readmissão e pagamento dos salários atrasados dos trabalhadores da Dragon Sweat já!

Leia também no site da CIT (espanhol): Mes internacional de solidaridad con las trabajadoras y los trabajadores de Dragon Sweater Factory (Dhaka, Bangladesh)

One thought on “Unidos contra a Dragon: Solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras de Bangladesh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *