Todo apoio à Greve pela Vida, por Direitos e contra a Privatização dos Correios

Todo apoio à Greve pela Vida, por Direitos e contra a Privatização dos Correios

SOLIDARIEDADE AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DOS CORREIOS EM LUTA!

TODO APOIO À GREVE PELA VIDA, POR DIREITOS E CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS (ECT).

Desde o dia 17 de agosto os trabalhadores e as trabalhadoras dos Correios seguem em luta. Em Greve Nacional contra a destruição neoliberal da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, os ecetistas enfrentam o governo miliciano e genocida de Bolsonaro que colocou o general fascista Floriano Peixoto como presidente da ECT para ampliar o sucateamento e desmonte dos Correios e justificar sua privatização. A greve que entra em sua quarta semana e se fortalece em todo país, conta com forte adesão dos ecetistas ao movimento, que tem realizado diversos atos de rua, ocupações e fechamentos de centros de distribuição, mesmo sofrendo com a repressão e cortes de salários.

Além de defender a vida dos ecetistas, visto que a categoria já registrou centenas de casos de Covid-19 e algumas mortes causadas pelo descaso da empresa com a saúde, segurança e vida dos/as trabalhadores/as, mesmo sendo obrigada pela justiça a fornecer materiais de proteção, a Greve Nacional dos Correios é também contra a retirada de 70 cláusulas do acordo coletivo que garantiam direitos aos trabalhadores, como 30% do adicional de risco, vale-alimentação, licença-maternidade de 180 dias, auxílio-creche, indenização por morte e auxílio para filhos com necessidades especiais, além de pagamentos como adicional noturno e horas extras. Os ecetistas enfrentam a senha neoliberal do governo de Bolsonaro e Paulo Guedes que reafirma a intenção de privatizar os Correios, que segue sendo rondado pelos interesses de abutres capitalistas como a Amazon, Alibaba e Mercado Livre.

Nessa sexta-feira, 11 de setembro, a categoria convocou um Dia Nacional de Lutas, unificando ações com outras categorias de trabalhadores em luta, como os metalúrgicos em luta contra as demissões em massa na Embraer. Defender uma ECT pública, de qualidade e a serviço do povo brasileiro, apoiando a Greve Nacional é uma obrigação de toda a classe trabalhadora. Toda solidariedade à luta ecetista é necessária, contra as mentiras da mídia burguesa e liberais que defendem a criminosa privatização dos Correios, assim como, contra os ataques e da repressão desse governo fascista e neoliberal. É preciso articular e radicalizar as lutas, principalmente entre as categorias mais atacadas nesse momento como os bancários, petroleiros, entregadores, trabalhadores da educação, estudantes, camponeses pobres, sem-tetos e trabalhadores informais, mas também ampliar a luta direta e combativa contra esse governo da morte e os capitalistas para o conjunto de nosso povo, que sofre com a carestia da vida, a ampliação da miséria e do desemprego e as milhares de mortes diárias por Covid-19. Construir a Greve Geral com paralisações, ocupações, barricadas e atos combativos é o único caminho para derrotar esse governo genocida e defender a vida e os direitos do nosso povo.

VIVA A LUTA ECETISTA! DEFENDER OS CORREIOS 100% PÚBLICO PARA SERVIR AO POVO BRASILEIRO!
GREVE GERAL PELA VIDA E CONTRA CAPITAL!
FORA BOLSONARO E MOURÃO! PODER PARA O POVO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *