Em defesa do padre Júlio

Em defesa do padre Júlio

Moção de apoio da FOB ao Padre Júlio Lancellotti

Recentemente o padre Júlio Lancellotti, pároco da Igreja São Miguel Arcanjo que fica localizada no bairro da Mooca, na cidade de São Paulo, sofreu ameaças de um homem não identificado que passou dirigindo uma moto, dizendo: “— Padre filho da puta, seu defensor de noia, você vai ver”, falando também para um grupo de catadores de materiais recicláveis: “— Vou voltar e queimar vocês”.

Esse ataque ocorreu após o deputado estadual, youtuber fascista e candidato à prefeito em São Paulo Arthur do Val (Patriota), conhecido como Mamãe Falei, publicar no seu perfil do Twitter que o padre Júlio seria um “cafetão da miséria” e que teria um dossiê contra ele. Não é de hoje que esses covardes manifestam a existência de “dossiês” com dados de lutadores e militantes populares antifascistas.

O padre Júlio é coordenador da Pastoral do Povo de Rua e trabalha com a população mais vulnerável, principalmente na casa de convivência São Martinho. Auxilia na alimentação e, durante a crise de Covid-19, também entrega kits de higienização e máscaras. Já realizou trabalhos com jovens encarcerados, portadores de HIV, comunidade trans e homossexuais em situação de rua, etc. Sempre sendo alvo de críticas reacionárias por sua postura e por estar ao lado dos oprimidos e da classe trabalhadora, em toda a sua diversidade.

Uma referência importante para nós, o padre Júlio Lancellotti, afirma que: “O cristianismo por natureza é conflitivo. Jesus não foi pregado na cruz por falta de opção, mas porque gerou conflito. Se nesse mundo excludente você não tiver uma dose de rebeldia, é porque se adaptou a esse modelo.” E que, “tenho muitos amigos do movimento anarquista, de grupos de sociologia libertária. Acho que eu consigo perceber a força de transformação que está neles. A vontade de mudar a sociedade. Durante minha vida, pude encontrar os jovens mais idealistas, mais corajosos também. Os que mais têm amor pelo próximo se arriscando, enfrentando a força da repressão com uma coragem inigualável.”

Desta forma, nós da Federação das Organizações Sindicalistas Revolucionárias do Brasil (FOB), por meio desta moção tornamos público nosso apoio e defesa da vida do padre Júlio Lancellotti e manifestamos também nosso total repúdio aos ataques de fascistas que, do alto de sua covardia, querem oprimir e humilhar os lutadores populares e o povo brasileiro.Para além das opções religiosas, nos colocaremos sempre ao lado dos defensores de nosso povo, dos lutadores pela emancipação popular contra a opressão e a exploração.

NÃO PASSARÃO!

One thought on “Em defesa do padre Júlio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *