[RMC] Denuncia de abuso de poder e impedimento de atividade sindical.

rrmc1

Recebemos do Sindiodonto – CE a seguinte denuncia de cerceamento da liberdade sindical e repressão à livre organização dos trabalhadores da saúde.

Na última quinta, dia 15, alguns diretores do Sindiodonto-CE foram ao centro de especialidades odontológicas (CEO) conversar com alguns dentistas sobre a campanha salarial de 2015 dos servidores do Estado. Os diretores foram no horário de troca de turnos (entre 9 e 10h) com o intuito de conversar com os trabalhadores que não estivessem em serviço. Os diretores dirigiram-se diretamente à sala dos dentistas, local de descanso dos dentistas que estão no intervalo. Não foram aos consultórios, nem fizeram qualquer atividade nos corredores do serviço. Entregou-se aos presentes um panfleto com as pautas da campanha salarial. Não houve qualquer interferência no serviço.

Terminada a conversa com os trabalhadores, os diretores permaneceram por alguns minutos da sala acertando detalhes das próximas atividades. Neste momento, o diretor do CEO, também dentista, chamou uma das diretoras, servidora aposentada daquele CEO e no próprio corredor, diante de todos, começou a repreendê-la alegando que nem ela nem o sindicato poderiam lá entrar sem sua autorização e sem envio prévio de ofício comunicando a visita. Foi autoritário, grosseiro e ríspido. Ao ouvir sua gritaria no corredor os demais diretores saíram da sala e começaram a argumentar que era direito da entidade sindical estar ali. O diretor chamou vários seguranças e discutiu com os diretores de forma descontrolada pelas dependências do CEO até a saída, alegando que os mesmos não entrariam mais lá.

Diante de tal postura totalmente incompatível com seu cargo diante de todos, não podemos nos omitir. FAREMOS UM ATO DE DENÚNCIA A CONDUTA DESTE DIRETOR (QUE É ROTINEIRA PERANTE TODOS OS TRABALHADORES), na próxima TERÇA, dia 20, às 8h, em frente ao CEO Centro. Avenida Tristão Gonçalves, 288 (depois do quarteirão da Igreja Universal já próximo à Praça da Estação). Aproveitaremos a ocasião para denunciarmos a precariedade na saúde pública de Fortaleza e do Ceará. É importante que a população saiba que, a maioria está sendo atendida lá e NÃO NOS POSTOS de saúde de seus bairros porque HÁ MUITOS MESES FALTA MATERIAL para o trabalho dos profissionais.

Conclamamos os sindicatos, trabalhadores, estudantes e toda a população para este ato onde poderemos externar toda a nossa insatisfação com as gestões municipal e estadual, não só na saúde, mas também nas políticas de Educação, Habitação, Transporte público, dentre outras demandas.

CEO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *