ES | Contra os cortes nas cestas básicas dos estudantes! Chega de chantagem com a marmita dos outros!

ES | Contra os cortes nas cestas básicas dos estudantes! Chega de chantagem com a marmita dos outros!

Há atualmente na rede estadual de ensino do Espírito Santo uma campanha informal para o cancelamento de cestas básicas fornecidas por escolas como ferramenta de chantagem para a participação dos estudantes nos programas de ensino à distância. É de se estranhar o desproporcional interesse da Secretaria de Educação pela participação dos alunos em plataformas contratadas com empresas privadas de EaD, mas é totalmente incompreensível a manobra de trocar engajamento virtual por comida.

Queremos expressar nossa completa indignação diante desse absurdo! É amplamente sabido que as escolas garantem a segurança alimentar de um sem-número de crianças Brasil afora. Ao mesmo tempo estamos vivendo uma crise humanitária de proporções gigantescas, com milhões passando fome e outras centenas de milhares que tombaram diante da epidemia de Ccovid-19. O que está se fazendo com essas famílias é uma chantagem desumana e escancara a podridão de um sistema escolar cuja principal motivação é o medo e a única preocupação é com os índices.

Queremos enfatizar que, se as crianças não estão participando das atividades propostas por seus professores é porque a escola está se mostrando completamente irrelevante para uma massa crescente de famílias. Com as quarentenas foi forçado para cima dos professores e estudantes um método de ensino à distância que jamais foi estudado e validado, sequer foi cogitado discutir com a comunidade escolar. Sob o pretexto de continuidade letiva foi implementada a maior fraude escolar na história do Espírito Santo, num processo que desconsiderou completamente a viabilidade da aventura pedagógica apelidada de EscoLar. O que torna mais grave ainda a denúncia de ameaça de corte de cestas para crianças cujo principal vínculo entre escola e lar tem sido alguns quilogramas de comida.

Em face dessa grave operação, exigimos que seja mantido o fornecimento de cestas para todas as casas com crianças e jovens em idade escolar. Além disso, todos sabemos o quanto os filhos dos trabalhadores foram esquecidos com o fechamento das escolas, como os pais tiveram que deixar suas crianças com vizinhos e familiares para conseguir sair e conseguir o pão, como muitos sofreram com acidentes domésticos e outros já perderam toda a energia do estudo. Por essas e outras é que convidamos todos os pais e responsáveis a se organizarem contra os abusos praticados pelo sistema de ensino capixaba, para que as escolas sirvam pra atender nossas necessidades e não um aparelho burocrático e capitalista.

Coletivo José Oiticica – Comitê Sindicalista Revolucionário do Espírito Santo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *